sexta-feira, março 09, 2012

Cores : Laranja, Vermelho e Preto

Pessoal            Boa Noite a todos!!!

Resolvi  aos poucos ir passando aqui as minhas descobertas e aprendizado no Curso de Design de Ambientes, trocar figurinhas com outras pessoas que tenham interesse de deixar seu recadinho e obter mais informações aprofundadas , assim como me acrescentar. Afinal estamos em crescimento constante.

Vou falar um pouco sobre um tema, que quem estuda sobre Decoração sabe que temos muito pouco estudo aprofundado sobre Cores, suas nuances e efeitos, suas combinações, a arte de combinar matizes. Ficamos apenas com o superficial, nada científico sobre o tema.

Para muitos a ideia de colorir paredes, móveis, chega a dar  arrepio e aversões, pois as pessoas acham que nada como o Branco e o Bege pra combinar com tudo, que na verdade a margem de erro dentre estas cores fica menor, mas ousar seria transformar um ambiente em todos os sentidos, tanto quanto com a energia do ambiente,como com a percepção de todos que vivem ali. Nada é aleatória neste Universo, até mesmo a nossa intuição na hora de escolher a cor e os móveis, tem um sentido. O Círculo Cromático é o maior aliado na hora de combinar cores. Para usar criteriosamente o círculo, é preciso levar em conta, ainda, as principais características da cor.

O Circulo Cromático apresentado pela primeira vez no Século XVIII é uma representação da natureza que nos permite combinações variadas de cor para as mais diversas  finalidades de onde partimos do principio  com primeiro: as cores primárias, cores secundárias e terciárias. A primeira formada pelo vermelho, azul e amarelo, que formam as segundas  das combinação do amarelo com azul que da verde, do amarelo com vermelho que da laranja e o azul mais vermelho violeta e as demais matizes combinações das secundárias com primárias. Conforme circulo de cores acima. Para encontrar duplas de cores opostas,  do disco cromático, por  exemplo vermelho e verde, uma complementar da outra, para  que possas perceber,  observe atento um objeto vermelho por um tempo, feche os olhos e perceberá que a forma do objeto seguirá verde. O nosso cérebro completa a cor que falta para restituir o equilíbrio à retina, cansada do vermelhor.

Vamos as cores :

LARANJA


Cor aconchegante, estimula o otimismo, a generosidade e o entusiasmo, ajudando a levantar o astral. Ótima como antidepressivo.  Age sobre os sistema digestivo, despertando o apetite. Uma ótima cor para sala de refeição, das que não estão de dieta. Este resultado de combinação de vermelho com amarelo, formam esta cor quente, devido sua característica luminosa funciona como luz e meia-luz, nas escalas de tom de  acordo com o que é combinada, branco ou preto. Dando um tom mais fraco ou mais forte.

É uma cor viva que geralmente é associada a euforia, uma disposição enérgica e muito usada para chamar a atenção. Estudos indicam que a cor laranja em um ambiente pode deixar as pessoas do recinto eufóricas. A cor laranja foi escolhida pelas Forças Armadas dos Estados Unidos como a cor a ser usada para coletes salva-vidas por ser muito visível e contrastante com a cor do mar, mesmo à noite, e também por ser uma cor pouco comum na natureza.

Curiosidades : A Pedra jacinto em tom alaranjada . era considerada simbolo de fidelidade. Do ponto de vista místico, encontra-se o laranja como fruto do ouro celeste. O difícil equilíbrio entre o amarelo e o vermelho , vincula-se ao menos  difícil equilíbrio o espírito e a libido, passando  o laranja a também simbolizar a luxúria e a infelidade. Dionísio vestia-se de laranja para as festas em sua homenagem.


As palavras chaves da cor laranja são: energia, alegria, felicidade, atração, criatividade. 



VERMELHO 




Cor do fogo é também o tom das emoções. Desperta a sexualidade e, em alguns casos, pode fazer aflorar a agressividade. Em casa, o ideal são as pequenas doses, um objeto, um móvel, uma única parede. Em excesso, torna-se irritante. Por isso, se fizer questão de usá-lo faça-o com um conta-gotas com muito estilo. 

O vermelho é uma das sete cores do espectro solar, sendo denominada cor fundamental ou primitiva. É cor primária, tanto em cor luz como em cor-pigmento. Possui elevado grau de cromaticidade e é a mais saturada das cores, decorrendo daí sua maior visibilidade em comparação com as demais. 

Sua aparência mais bela e enérgica é conseguida quando aplicado sobre fundo preto, funcionando como área luminosa. Sobre fundo branco torna-se escuro e terroso. O vermelho-de-saturno ou mínio  já era conhecido dos pintores Gregos e Romanos.  Mais contraditória das cores devido sua origem e seu processo de saturação. A rigor, todo vermelho é sempre influenciado, de forma variada, ou pelo azul ou pelo amarelo, derivando daí a formulação de que o vermelho sempre pende para um mais ou para um menos. Para um quente ou para um frio. 

O vermelho, tal como o imaginamos, cor sem limites, essencialmente quente, age  interiormente como uma cor transbordante de vida ardente e agitada. Apesar de toda a sua energia e intensidade, o vermelho da prova de uma imensa e irresistível força, quase consciente de seu objetivo. Cor do fogo e do sangue, o vermelho é a mais importante das cores para muitos povos, por ser a mais intimamente ligada ao princípio da vida.

É uma cor que também tem seu aspecto negativo, e pode expressar raiva. Se estamos rodeados de muito vermelho, pode influir-nos negativamente e deixar-nos irritáveis, impacientes e inconformistas.


Curiosidades : 

NO Oriente, o vermelho evoca o calor, a intensidade, a ação, a paixão, sendo a cor dos rajás e das tendências expansivas. No Japão, é o símbolo da sinceridade e da felicidade. De acordo com certas escolas xintoístas, o vermelho designa o Sul, a harmonia e a prosperidade. Em todos os países é considerada, perigo, sinal fechado no trânsito.

As palavras chave da cor vermelha são: atração, amor, paixão, desejo.



PRETO


A cor Preta, expressa um sentido universal de agressividade, sinalizando sensações de distância e isolamento. Por sua sobriedade, não é raro encontrá-la em ambientes masculinos. O ideal é que esteja presente mais em detalhes do que em grandes áreas - aí sim pode ficar sofisticado. 

A Goeldi
 .. Ó Goeldi:  Pesquisador da noite moral sob a noite física ...
... És metade sombra ou toda sombra?
Tuas relações com a luz como se tecem?
Amarias talvez,  preto no preto,
fixar um novo sol noturno ...
Carlos Drummond de Andrade

O preto não é considerado cor, mas sim, privação ou a ausência da luz. Em condições normais, o preto não existe na natureza. O que distingue o pigmento chamado preto é sua propriedade física de absorver quase todos os raios luminosos incidentes sobre ele, refletindo apenas quantidade mínima desses raios. Com concentração decorante é uma das cores mais empregadas nos diversos ramos da atividade humana  em todos os tempo. Quando o preto se misturam a cores mais claras ele se rebaixa torna-se com aparência suja. 

Devido a sua violência, o uso do preto foi sempre um desafio a técnica e à sensibilidade dos artistas. Por esta razão, é raramente empregadona pintura Ocidental.  O êxito de sua aplicação está restrito a poucos artistas na história da pintura , entre eles El Greco, Braque e o brasileiro Iberê Camargo.

Entre elas : 


O ciclista de Iberê Camargo









               Natureza Morta de Iberê Camargo



O preto é ao mesmo tempo cor de proteção e mistério.
Está relacionado com o silêncio, o infinito e a força passiva feminina e misteriosa.
O preto também pode impedir-nos que mudemos e cresçamos como pessoas, porque é uma cor que nos ajuda a isolar-nos e esconder-nos do mundo.


Palavras chaves da cor preta: austeridade, vida interior, constrangimento, previsão, ordem, solidão, isolamento.

Um comentário:

Cristina disse...

Muito instrutivo. Obrigada pelas dicas.